Processando...

PROJETO SEMPRE-VIVAS

Preocupados com a extinção das sempre-vivas, o Instituto Centro CAPE, numa parceria com o Instituto Terra Brasilis, desenvolveu um projeto de defesa desta espécie ameaçada.

O Projeto foi realizado na comunidade de Galheiros em Diamantina.

O desafio era mostrar para os catadores, que a colheita de forma descontrolada, iria levar que a sempre viva acabasse levando a extinção e assim eles perderiam sua fonte de renda.

Mas como fazer? Mostramos a eles que com 10 gramas da Sempre Viva, aplicadas num produto artesanal, eles ganhavam duas vezes mais, do que ganhavam com um kilo da flor colhida.

E também o tempo de produzir o artesanato era infinitamente menor do que o da colheita e poderiam fazer isto em suas casas, sem ter que sair para o campo que ficava cada dia mais longe, com quilômetros de distância.

Este projeto foi financiado pelo Sebrae Minas e executado pelo Terra Brasilis.